Pr. Areli Barbosa

Pr. Areli Barbosa

BrasA�lia, DF a�� [ASN] Durante a Assembleia Mundial da Igreja Adventista do SA�timo Dia, em Atlanta, nos Estados Unidos, de 23 de junho a 3 de julho, houve a nomeaA�A?o da administraA�A?o e dos lA�deres da DivisA?o Sul-Americana, com sede em BrasA�lia. Na A?rea de MinistA�rio Jovem, o pastor paranaense Areli Barbosa, 45 anos de idade, anteriormente lA�der de MinistA�rio Jovem da Igreja Adventista na RegiA?o Sul do Brasil, assume a A?rea para oito paA�ses da AmA�rica do Sul. A AgA?ncia Adventista Sul-Americana de NotA�cias (ASN) entrevistou o novo lA�der a respeito do que pretende realizar A� frente deste ministA�rio nos prA?ximos anos.
ASN – Quais suas expectativas para o MinistA�rio Jovem da IASD na AmA�rica do Sul?

Pr. Areli Barbosa – O MinistA�rio Jovem A� uma A?rea muito importante da igreja, porque lida diretamente com o bem mais precioso das famA�lias, os filhos. Este ministA�rio tem a responsabilidade de direcionar e apoiar a juventude nos seus mais variados desafios. Nossa igreja tem a responsabilidade profA�tica da pregaA�A?o do evangelho a este mundo e isto nos torna diretamente responsA?veis em levar o evangelho a todo mundo. A grande expectativa que tenho A� ver a moA�ada seguindo princA�pios, entendendo a responsabilidade e se envolvendo nos negA?cios da igreja para que possamos ver Jesus voltar logo.

ASN a�� Como tornar a Igreja Adventista relevante para os jovens adventistas em meio a tantas outras atraA�A�es diante deles na sociedade atual?

Pr. Areli a�� A igreja tem a mercadoria mais fascinante que A� a a�?esperanA�aa�?. Nossa missA?o A� mostrar aos jovens que eles sA?o a igreja e que precisam estar envolvidos. A relevA?ncia surge quando dou importA?ncia a todo este processo. Precisamos dar o toque jovem e envolvA?-los e certamente eles vibram e participam. Foi assim que nasceu o projeto Vida por Vidas, doaA�A?o de medula, Bom de BA�blia, Projeto Calebe e iremos dar continuidade e com certeza serA?o lanA�ados novos projetos. JA? posso adiantar um: evangelismo via Web. Uma noite, todos os jovens da America do Sul com um mesmo objetivo que A� a pregaA�A?o do evangelho pela internet. Aguarde, pois a�?este A� o colorido jovema�?. Sem dA?vida que o mundo continuarA? sendo atrativo e nunca devemos tentar concorrer com ele por que se fizermos isto estaremos dizendo que o mundo estA? certo e isto nA?o A� verdade. O que devemos fazer A� mostrar que existem coisas que dA?o prazer, proporcionam aventura e se tornarA?o inesquecA�veis. Por exemplo, o Calebe.
Neste projeto, o jovem doa suas fA�rias, viaja com amigos, tem aventura, participa de uma experiA?ncia inesquecA�vel e, contudo, isto tem sua fA� fortalecida. O jovem que participa de um projeto como Calebe vA? que a igreja A� relevante.

ASN a�� Alguns jovens se queixam da falta de oportunidade de participaA�A?o em importantes projetos e frentes da Igreja. Como reverter este quadro?

Pr. Areli a�� NA?o tem outra forma a nA?o ser se envolver. O jovem tem de ir buscar seu espaA�o e sabe como? Em primeiro deve ser um membro fiel da igreja e que viva os princA�pios, depois deve cumprir o que diz a BA�blia, a�?tudo que te vier A� mA?o para fazer, faze conforme as tuas forA�asa�? a�� Eclesiastes 9:10. Ao fazer da melhor forma, as oportunidades irA?o se abrir. Os pequenos trabalhos sA?o os mais importantes e, se sA?o feitos com dedicaA�A?o, tem sempre alguA�m que vA?. Foi assim que Davi se tornou rei de Israel, mas antes ele foi pastor de ovelhas. NA?o se esqueA�a que Deus estA? atento a tudo e que irA? honrar aquele que for fiel. Esta obra comeA�ou com jovens em sua lideranA�a e certamente no seu termino teremos lideres jovens.

ASN – Quais os projetos para desbravadores e aventureiros, importantes A?reas que trabalham com jovens, adolescentes e crianA�as?

Pr. Areli – Os clubes de desbravadores e aventureiros sA?o A?reas que prestam um trabalho fantA?stico para a igreja, contanto sA?o A?reas bem diferentes se tornam unidas em muitos aspectos. Nestes prA?ximos cinco anos, teremos muitos camporis em uniA�es e campos (associaA�A�es e missA�es). Entretanto, nA?o podemos esquecer que os principais objetivos destas A?reas A� promover a missA?o da igreja e isto A� feito de forma pratica com a classe bA�blica, o envolvimento nos projetos sociais como campanhas de limpeza em praA�as. Mas o clube deve existir para promover, tambA�m, a reverA?ncia nos cultos e eventos da igreja, uma vida com princA�pios de respeito aos lideres, pais e pastores. Outra coisa que nA?o pode ser esquecida A� a programaA�A?o de classes regulares e avanA�adas. Estes programas sA?o organizadores das rotinas do clube de desbravadores, e os lideres que seguem sistematicamente conduzem os seus desbravadores A� investidura de acordo com a idade e classe.

ASN – E na A?rea do MinistA�rio da MA?sica, quais os objetivos para os prA?ximos anos? Como lidar com esta A?rea que estA? sujeita a gostos pessoais, culturas, etc?

Pr. Areli – Estas A?reas talvez tenha se tornado um dos grandes desafios da igreja por causa dos extremos. Sem dA?vida, temos de ter uma visA?o moderada e centrada. Mas como chegar a isto? JA? hA? alguns anos que a igreja mundial e sul-americana divulgou um novo documento para dar rumo a esta A?rea. Este documento tem o objetivo de levar a igreja a ter mais equilA�brio. A� o que dizem, tambA�m, os escritos de Ellen White. a�?Diante dessa realidade, aqueles que produzem, selecionam ou executam a mA?sica usada na igreja, necessitam de muita comunhA?o, sabedoria, orientaA�A?o e apoio. Precisam ter a visA?o da grandeza do ministA�rio que tA?m em suas mA?os, bem como o mA?ximo cuidado ao fazerem suas escolhas. a�?NA?o A� suficiente conhecer os rudimentos do canto; porA�m, aliado ao conhecimento, deve haver tal ligaA�A?o com o CA�u que os anjos possam cantar atravA�s de nA?s.a�? a�� Manuscrito de maio de 1874a�?. Um dos objetivos A� trabalhar com informaA�A?o em cursos para esta finalidade.

[Equipe ASN, Felipe Lemos]

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *